Category Archives: Quase pessoas

Um RPG de ficção científica onde os personagens jogadores enviam suas cópias para completar missões de alto risco fora da Terra. Essas cópias, porém, podem desenvolver consciência e o desejo de tomar o lugar de seus originais.
As cópias são controladas por jogadores diferentes, que recebem instruções do original via mensagens de texto.

Quase pessoas (#FVM2013) – versão 0.1 completo

E depois de duas semanas de muito café e pouco sono, terminei o Quase pessoas a tempo de enviar à Secular Games. O jogo completo pode ser lido abaixo, ou no Google Drive. Leiam, comentem, critiquem.

Posted in Quase pessoas | Tagged , , | 1 Comment

Quase pessoas – Mecânicas e resolução de conflitos

Em minha experiência narrando histórias de RPG, sempre tive problemas com mecânicas complicadas, muitas rolagens e ações que se demoravam demais para serem resolvidas. Além disso, em apenas poucos casos, e com poucos jogadores, que a rolagem de dados era … Continue reading

Posted in Quase pessoas | Tagged , | Leave a comment

Quase pessoas – Equipamentos

Equipamentos são o recurso mais poderoso que os jogadores possuem para superar dificuldades, e também um poderoso recurso para auxiliar o Mestre do jogo a preparar as missões.

Posted in Quase pessoas | Tagged , | Leave a comment

Quase pessoas – Ficha de recursos da Hypérion

Posted in Quase pessoas | Tagged , | Leave a comment

Quase pessoas – Missões

A narrativa em Quase pessoas é dividida em Missões. Estas missões são impostas pelo Mestre de jogo, através de informações disponibilizadas aos Especialistas por Hermes, mas toda a preparação e decisões acerca da Missão fica a cargo dos jogadores.

Posted in Quase pessoas | Tagged , | Leave a comment

Quase pessoas – Enviando comandos para as cópias

Durante as missões cada jogador estará interpretando a cópia do Especialista de outro jogador e, como dito, recebendo comandos deste outro via mensagens de texto. Estas mensagens representam o acesso remoto do Especialista à cópia.

Posted in Quase pessoas | Tagged , | Leave a comment